Notícias em destaque

Agosto parecido com julho, prevê Acélio

commentJornalismo access_time08/08/2020 11:33

Os casos de coronavírus que subiram para uma segunda onda em julho devem manter altos

Série C: com novo formato de disputa

commentEsporte access_time08/08/2020 15:00

O Tigrão estreia na segunda-feira contra o Londrina fora de casa

Atacante apresentado oficialmente

commentCriciúma EC access_time08/08/2020 08:00

Tigre se prepara para estrear segunda contra o Londrina fora de casa

Trump começa missão militar contra a Síria

access_time13/04/2018 - 22:57

Com apoio do Reino Unido e da França, os Estados Unidos acabaram de iniciar sua missão de dominar a Síria. O Presidente Trump, após colocar os militares em ação, condenou o regime do governo sírio e o apoio dado por duas nações: Rússia e Irã.


Quarta-feira negativa para os republicanos de Trump

 personAndré Abreu
access_time06/11/2019 - 16:04

A quarta-feira está sendo de más notícias para os republicanos depois das de ontem, mas a mais preocupante de todas para os líderes partidários deve ser a tendência constante dos democratas na conversão de votos dos subúrbios, antes aliados dos republicanos.
A transição dramática e rápida da Virgínia de republicanos para indecisos e, finalmente, para democratas é uma história do crescente apoio aos democratas nas áreas suburbanas do estado. A aparente derrota do governador republicano Matt Bevin em Kentucky foi motivada em parte pela força do apoio que o democrata Andy Beshear atraiu nos municípios suburbanos do estado.

O que impede o impeachment de Trump?

 personAndré Abreu
access_time05/11/2019 - 08:50

O impeachment de Donald Trump não foi ainda aprovado na Câmara. Mas deve ser. A formalização do processo de impeachment ocorreu em 31 de outubro, na semana passada, por 232 votos a favor e 196 contra. Os republicanos permaneceram leais ao chefe e os democratas votaram em peso a favor das regras de impeachment. A aprovação na Câmarra é uma questão de tempo.
No Senado, considerando a lealdade dos republicanos, o processo apresenta hoje dificuldade de passar. São 100 senadores. 53 republicanos e 45 democratas com 2 independentes que votam com os democratas.
Para aprovar o impeachment no Senado, os democratas precisam buscar mais 22 votos. Sem uma quebra na lealdade dos republicanos a Trump, o impeachment não passa.

Eleições no Reino Unido em Dezembro

 personAndré Abreu
access_time31/10/2019 - 09:46

Relações mais fortes com a China

 personAndré Abreu
access_time26/10/2019 - 19:58

O jornal China Daily traz o Presidente Bolsonaro na capa junto com o Presidente chinês Xi Jinping e traz a manchete "Laços mais fortes com o Brasil".
Segundo a matéria, Xi Jinping declarou que gostaria de expandir a cooperação com o Brasil em áreas como energia, agricultura, aeroespaço e infraestrutura, além da mineração.
Na visão chinesa, a cooperação prática entre os dois países deve trazer benefícios para os dois povos. A China, afirmou, gostaria de importar mais produtos de alto valor agregado e de alta qualidade do Brasil.
A China procura manter junto com o Brasil a agenda multilateral se opondo ao protecionismo de mercado e promovendo um desenvolvimento inclusivo sustentável.
Os dois presidentes assinaram um número de acordos de cooperação após conversas. O Presidente chinês destacou o papel do Brasil como país emergente e salientou que a perspectiva da China com relação ao Brasil não mudou.

O Presidente Xi Jinping expressou gratidão pela carta do Presidente Bolsonaro no aniversário de 70 anos da República Popular da China.

Impacto local do adiamento do Brexit

 personAndré Abreu
access_time20/10/2019 - 08:39

O primeiro-ministro Boris Johnson teve mais uma derrota no Parlamento. Por uma diferença de 16 votos, o governo perde novamente o controle sobre o Brexit.
Para os sulcatarinenses, a grande família de ítalo-brasileiros, o adiamento do Brexit representa a oportunidade de regularização de mais imigrantes. É esse o impacto local do Brexit.

Dorian: Alerta de tempestade tropical na costa leste da Flórida

 personAndré Abreu
access_time31/08/2019 - 20:25

Com ventos próximos a 200 quilômetros por hora, o furacão Dorian permanece um poderoso furacão de categoria 4 na noite de sábado, quando se aproxima das Bahamas. Os meteorologistas preveem que o furacão pode poupar um golpe direto na Flórida.

Apesar disso, há ainda a preocupação para os moradores da Flórida com o momento exato em que o furacão fará uma curva em direção ao norte, No final da tarde deste sábado (31), o Centro Nacional de Furacões dos EUA emitiu um alerta de tempestade tropical de Deerfield Beach a Sebastian Inlet, o que significa que ventos próximos a 200 km por hora poderão atingir a Costa Leste nas próximas 48 horas.

Do furacão político italiano ao Dorian

 personAndré Abreu
access_time30/08/2019 - 08:50

A semana foi intensa na área de internacionais. Desde a nova formação do governo italiano de Giuseppe Conte, agora com a participação do Partido Democrata, até o isolamento da extrema-direita de Salvini. Mas também teve o furacão de Boris Johnson, de cabelos desalinhados, que suspendeu o Parlamento sem dó, nem piedade e com o consentimento da Rainha.
A semana do furacão da Amazônia de origem francesa chamado Macron termina com a previsão do furacão Dorian, de categoria 4, prestes a bater nas costas da Flórida e desalinhar os cabelos do Presidente Trump. Trump tem hoje a visita de Eduardo Bolsonaro, mais do que o filho do Presidente, talvez futuro embaixador em Washington, mas, sem dúvida, é um furacão de outra categoria.
Encerro o breve relato com um abraço de fim de semana ao Dr. Américo Faria, que acompanha com frequência meu trabalho.

Cúpula da Amazônia

 personAndré Abreu
access_time29/08/2019 - 10:46

G7: Líderes mundiais próximos de acordo sobre queimadas na Amazônia

 personAndré Abreu
access_time25/08/2019 - 13:45

O presidente francês, Emmanuel Macron, disse hoje (25) que os líderes das sete potências econômicas mundiais estão próximos de chegar a um acordo de ajuda para a Amazônia. O objetivo é ajudar a combater as queimadas e restaurar a devastação, segundo Macron. A declaração do líder francês ocorre durante a realização do encontro do G7 na cidade de Biarritz, sul da França.
Macron destacou que há clima para uma decisão conjunta entre França, Japão, Estados Unidos, Itália, Grã-Bretanha e Canadá.

Macron joga xadrez contra Bolsonaro

 personAndré Abreu
access_time23/08/2019 - 18:56

Antes do início do encontro de líderes mundiais das sete maiores economias do mundo, o presidente francês Emmanuel Macron parece disposto a um jogo de xadrez global em que busca isolar o presidente Jair Bolsonaro. Bolsonaro saiu vencedor do encontro do G20 no final de junho no Japão. O acordo do Mercosul (bloco econômico e político hostilizado na campanha pelo então candidato) com a União Europeia. Trump saiu fortalecido com um novo encontro com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un. O presidente francês saiu de mãos vazias, num mundo que caminha para a direita.
Às vésperas do G7, em solo francês, Macron joga em casa. Isola internacionalmente o presidente brasileiro com o apoio da chanceler alemã Angela Merkel, da ONU e outras figuras conhecidas mundialmente.
O Brasil corre o risco de levar um novo 7x1 com apoio da Alemanha e sem estar jogando em campo, pois o país não participa do encontro das sete maiores economias. O xeque-mate acontece em Biarritz no fim de semana.

Israel autoriza visita de deputada dos EUA

 personAndré Abreu
access_time16/08/2019 - 09:11

Revertendo uma decisão inicial em que negava visto para duas deputadas democratas dos EUA, que criticam fortemente o governo Trump e seu apoio ao país, o governo de Israel resolveu autorizar a visita da deputada Rashida Tlaib.
A deputada escreveu ao Ministro do Interior de Israel pedindo autorização humanitária para visitar seus parentes que vivem no país e, destacou especificamente a questão de sua avó na faixa dos 90 anos de idade. Rashida afirmou que não usaria a visita para fins políticos, sendo que seria uma visita de caráter pessoal. As informações foram publicadas pela imprensa de Israel hoje (16).
O governo de Israel, comandado por Benjamin Netanyahu, proibiu a visita de duas deputadas, entre elas Rashida, depois de uma mensagem no Twitter do Presidente Trump.

Tiroteios nos EUA marcam o fim de semana

 personAndré Abreu
access_time04/08/2019 - 14:50

O final de semana foi marcado por dois tiroteios, Um na cidade de El Paso, no estado do Texas e o outro em Dayton, Ohio. Foram menos de 24 horas de intervalo entre os dois incidentes, o que desperta novamente a questão de um controle maior de armas no país: tema recorrente a cada incidente. Em El Paso foram 20 mortos e 26 feridos em uma loja do Walmart. Um jovem de 21 anos foi detido e suspeita-se de que tenha sido motivado por um sentimento anti-imigrante.
No tiroteio em Ohio, nove pessoas morreram após um jovem de 24 anos abrir fogo no Distrito histórico de Oregon, Entre os mortos está a irmã do suspeito. O atirador foi morto em confronto com a polícia.
Os dois incidentes devem levantar o debate sobre o controle de armas em Washington, sobretudo com uma Câmara dominada por democratas e pronta a fazer oposição à política a favor de armas do Presidente Trump.

Vitória de Trump no muro do México

 personAndré Abreu
access_time27/07/2019 - 10:53

A Suprema Corte autorizou o Presidente Trump a construir o muro na fronteira com o México ontem (26). O Presidente fica autorizado a destinar 2,5 bilhões de dólares do Pentágono para a construção. No parecer de 5 a 4 a Corte determinou que Trump pode usar o dinheiro enquanto o processo tramita. Há entendimento de que na decisão final a Corte novamente se posicione favoravelmente ao governo.
Havia uma decisão anterior em recurso que proibia o governo de destinar dinheiro do Pentágono para a construção do muro, que é tratado pela mídia norte-americana como o muro de Trump, pois trata-se de uma promessa de campanha do atual mandatário da Casa Branca. No Twitter Trump comemorou com um grito de vitória.
Depois da vitória de Johnson no Reino Unido e de Trump na Suprema Corte a direita termina a semana com saldo positivo.

Quatro navios iranianos parados no Brasil

 personAndré Abreu
access_time21/07/2019 - 17:47

Mais dois navios graneleiros iranianos que vieram para o Brasil carregando uréia e deviam voltar para casa com o milho poderão ficar retidos, já que a petrolífera estatal brasileira Petrobras se recusa a fornecer combustível devido às sanções dos Estados Unidos.

Os dados de rastreamento dos navios mostram que as embarcações MV Delruba e Ganj, localizadas perto do porto de Imbituba, no sul do Brasil, devem operar na mesma rota de dois outros navios iranianos, Bavand e Termeh, que enfrentaram problemas similares de reabastecimento na última quinta-feira(18).

Todos os quatro navios são de propriedade do governo iraniano e estão incluídos nas sanções impostas pelo governo dos EUA. Petroleo Brasileiro SA, ou Petrobras, se recusou a vender o combustível de navios, citando as sanções. Se as vendas ocorressem, a Petrobras poderia sofrer penalidades devido a suas operações nos Estados Unidos

Trump tem encontro histórico com Kim na zona desmilitarizada

 personAndré Abreu
access_time30/06/2019 - 11:15

O presidente norte-americano Donald Trump anunciou no domingo que Washington e Pyongyang reiniciarão as conversas sobre desnuclearização. A declaração ocorreu em um encontro de última hora com o líder norte-coreano, Kim Jong Un.

Trump se torna assim o primeiro presidente dos EUA a cruzar a fronteira, mais especificamente a linha do armistício entre as duas Coreias. Os dois líderes tiveram seu terceiro encontro, sugerido por Trump durante o G20 em uma mensagem de Twitter. O encontro durou 50 minutos.