Notícias em destaque

  Abril Laranja: campanha alerta para maus-tratos contra animais

commentJornalismo access_time14/04/2021 15:20

No Brasil, maltratar um animal é crime previsto em lei com pena de 2 a 5 anos de prisão

Trabalho de força na academia

commentEsporte access_time13/04/2021 10:45

Próspera se prepara para enfrentar o Figueirense no estadual

Criciúma na preparação para jogo decisivo

commentCriciúma EC access_time14/04/2021 17:00

O repórter e setorista Márcio Cardoso esteve presente no CT Antenor Angeloni e registrou uma conversa da comissão técnica e dirigentes com todos os atletas

Governo vai comprar leitos de hospitais particulares

A medida pode evitar um lockdown mais rigoroso

comment Jornalismo access_time28/02/2021 - 18:33

Reportagem: Redação Eldorado

O Governo do Estado decidiu neste domingo que vai comprar leitos hospitalares e UTIs da rede privada para atender a demana do sistema público. Foi após uma reunião de mais de duas horas neste domingo. O encontro com representantes de hospitais privados do Estado e do setor produtivo deve ocorrer no máximo no início da tarde. Esta é forma de evitar novo lockdown. O governo também irá lançar o chamamento público para a contratação de vagas dos hospitais privados. Já há R$ 600 milhões em caixa para a compra de leitos da rede particular, mas até o momento não houve resposta positiva neste sentido.
O Governo do Estado ampliou para mais de 1,5 mil leitos de UTI em Santa Catarina durante a pandemia. Apenas nos últimos 30 dias, foram pactuados 322 novos leitos clínicos e 170 de UTI em todas as regiões de Santa Catarina. Neste momento, equipes do Governo do Estado avaliam estruturas de hospitais privados e aguardam a formalização de propostas para ampliar a rede de leitos. Essas vistorias devem se intensificar nos próximos dias.
Participaram da reunião deste domingo o chefe da Casa Civil, Eron Giordani; secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca; secretário da Fazenda, Paulo Eli; procurador-geral do Estado, Alisson de Bom de Souza; secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, e secretário Executivo da Comunicação, Jefferson Douglas.

Articulação com Poderes
Nesta segunda-feira, também está prevista uma reunião com representantes do Ministério Público estadual, Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho em Santa Catarina, Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina, Defensoria Pública de Santa Catarina e da União, que assinaram a Recomendação Conjunta nº 1/2020 pela suspensão de todas as atividades não essenciais por pelo menos 14 dias. O objetivo é compartilhar detalhes do trabalho que tem sido desenvolvido pelo Governo do Estado e chamar os Poderes para colaborar no processo.

content_copyAssuntos relacionados

Mais notícias de Jornalismo

  Abril Laranja: campanha alerta para maus-tratos contra animais

commentJornalismo access_time14/04/2021 15:20

No Brasil, maltratar um animal é crime previsto em lei com pena de 2 a 5 anos de prisão

  Os perigos dos cigarros eletrônicos

commentJornalismo access_time14/04/2021 14:40

Tema foi abordado durante o programa Tudo a Ver com Karol Carvalho

  Igreja é atividade essencial em Criciúma

commentJornalismo access_time14/04/2021 09:04

Lei aprovada em Criciúma considera atividade das igrejas essenciais em tempos de pandemia

  Vereadores reconhecem atividade religiosa como essencial em Criciúma

commentJornalismo access_time14/04/2021 07:51

Assunto foi abordado durante o programa João Paulo Messer

Falta de matéria prima ameaça produção de caixões

commentJornalismo access_time13/04/2021 18:33

Quatro de cada dez caixões são produzidos em Grão Pará