Notícias em destaque

Programa de Exportação será atração da Feira Agroponte 2024

commentJornalismo access_time25/07/2024 08:40

Feira do mundo agro acontece entre os dias 14 e 18 de agosto em Criciúma

Caravaggio está na semifinal da Série B do Campeonato Catarinense

commentEsporte access_time21/07/2024 23:45

Azulão da Montanha garantiu vaga na Copa Santa Catarina de 2025.

Criciúma tem resultado negativo em Brasília

commentCriciúma EC access_time21/07/2024 23:53

reapresentação no Centro de Treinamento Antenor Angeloni ocorre na segunda-feira (22/07), a partir das 15 horas.

Região Carbonífera: mais de 33,5% da população trabalha com carteira assinada

Na soma dos 12 municípios que compõem a região, são 150.485 empregos formais e 446.745 habitantes.

comment Jornalismo access_time05/07/2023 - 11:55

Reportagem: Redação

Divulgados nesta quinta-feira, 29, pelo Ministério do Trabalho e Emprego, os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) mostram que 150.485 pessoas trabalham com carteira assinada na Região Carbonífera, o equivalente a 33,68% da população.

Na soma dos 12 municípios, a região conta com 446.745 habitantes, conforme os primeiros resultados do Censo Demográfico 2022, disponibilizados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nessa quarta-feira, 28.

O percentual fica acima dos 31,58% registrados em Santa Catarina, onde há 2.402.970 empregos formais e 7.609.601 habitantes. É também superior à média nacional: no país, são 43.309.785 de postos de trabalho formalizados, correspondendo a 21,33% da população, 203.062.512 de habitantes.

Com o equivalente a 54,95% da população trabalhando com registro em carteira, Nova Veneza tem o maior percentual da região (são 7.508 empregos formais e 13.664 habitantes). Em Balneário Rincão, a relação fica em 14,31%, o menor percentual entre os 12 municípios – há 2.287 vagas ocupadas, para uma população de 15.981 habitantes. Em Criciúma, o estoque é de 75.858 empregos, para uma população de 214.493 habitantes, resultando no percentual de 35,37%.

Acumulado do ano

Com o acréscimo de 336 vagas em maio, a Região Carbonífera acumula 3.292 novos empregos formais nos cinco primeiros meses do ano. O melhor desempenho pertence a Criciúma, que acrescentou 1.453 postos de trabalho no período.

A seguir vêm Içara, com 450, e Orleans, com 332. Também registram saldo positivo Urussanga (235), Siderópolis (213), Morro da Fumaça (203), Forquilhinha (166), Balneário Rincão (108), Nova Veneza (74), Cocal do Sul (36) e Lauro Müller (35). Apensa Treviso tem saldo negativo no ano, com 13 demissões a mais que contratações no acumulado de janeiro a maio.

Setores

Entre os setores, os serviços lideram a geração de empregos na região, com 2.282 vagas adicionadas no ano. O segundo melhor desempenho pertence à indústria, que acrescentou 742 empregos formais no período. A construção contribuiu com 257 novos postos de trabalho, frente a dez do comércio e um da agropecuária.

Colaboração: Deize Felisberto - Assessoria de Comunicação da ACIC

content_copyAssuntos relacionados

Mais notícias de Jornalismo

Programa de Exportação será atração da Feira Agroponte 2024

commentJornalismo access_time25/07/2024 08:40

Feira do mundo agro acontece entre os dias 14 e 18 de agosto em Criciúma

  Entrevista com o fotógrafo Josué Diehl

commentJornalismo access_time24/07/2024 16:20

Tudo a Ver, com Rubia Ramos - 24/07/2024

Eleições 2024: MDB terá chapa pura na eleição de Criciúma

commentJornalismo access_time24/07/2024 08:10

Paulo Ferrarezi é o candidato a prefeito com o médico Anibal Dário como vice

Projetado para corridas, trator de arrancadas estará em exposição na AgroPonte

commentJornalismo access_time23/07/2024 16:40

Feira acontece de 14 a 18 de agosto no Pavilhão de Exposições José Ijair Conti, em Criciúma.

Hérnias abdominais: médico do HSJosé esclarece dúvidas sobre o problema

commentJornalismo access_time21/07/2024 23:59

Fraqueza da parede abdominal é uma das causas da doença que necessita de tratamento cirúrgico.