Notícias em destaque

Padre Agenor tem quadro estável

commentJornalismo access_time11/07/2020 21:33

Boletim médico da noite deste sábado (11) informa que está afastada necessidade de cirurgia

  Etapa das quartas de final do catarinense é adiada

commentEsporte access_time11/07/2020 18:50

Apenas o confronto da luta contra o rebaixamento foi mantido na próxima semana

Dois casos positivos para o coronavírus no Tigre

commentCriciúma EC access_time11/07/2020 13:55

Atletas já foram afastados e não entram em campo amanhã (12) contra o Marcílio Dias

Governador recebe comitiva de Criciúma

Entre as medidas anunciadas está a liberação de R$ 8,4 milhões para pavimentação

comment Jornalismo access_time02/06/2020 - 16:32

Reportagem: Jornalismo / Rádio Eldorado - Foto: Divulgação

Depois de um "longo e tenebroso inverno" na relação entre o governador Carlos Moisés e o prefeito de Criciúma Clésio Salvaro, finalmente hoje ambos se encontraram para uma audiência. Foi no Palácio da Agronômica, residência oficial do chefe do Executivo catarinense. O resultado foi a confirmação de um recurso de R$ 8,4 milhões da CASAN destinados à repavimentação das ruas por onde passa a rede de esgoto que está sendo instalada nos bairros MIchel e São Luiz. O entendimento sobre esta verba já havia sido feito pelo prefeito com a presidente da CASAN, mas Salvaro solicitou que o ato fosse na presença do governador.

Estava no encontro ainda o deputado Rodrigo Minotto, que teve audiência um pouco antes com o governador. Como que por acaso - provavelmente foi o governador quem sugeriu - Minotto participou da conversa e reforçou o pedido feito pelo prefeito para que o governador interceda junto a CELESC para que não seja antes do fim do ano que a empresa estadual assuma o abastecimento de energia elétrica de uma área com dois mil consumidores, hoje atendidos pela COOPERA. A ANEEL já decidiu esta substituição, que na prática vai tornar a energia mais cara para estes consumidores. A garantia foi dada.

Não é a primeria vez que o prefeito obtém da CASAN verba significativa para pavimentar as ruas por onde passa a rede de esgoto. Isso já ocorreu no primeiro mandato. A medida garante que ao invés de tapar apenas a vala aberta para a rede toda, a rua seja revestida com asfalto. Assim, a responsabildade deste serviço passa ser da prefeitura. Já a obra em sí - situação atual e que gera muitas reclamções - ainda é responsabilidade da CASAN e da sua contratada a empresa ITAJUÍ.

Na audiência foram tratados ainda outros assuntos como as questões de saúde. Participaram também os vereadores Tita Beloli (PSDB), Giovania Zanette (PSDB) e Miri Dagostin (PP), além do diretor do Hospital São José, Altamiro Bitencourt.

content_copyAssuntos relacionados

Mais notícias de Jornalismo

Padre Agenor tem quadro estável

commentJornalismo access_time11/07/2020 21:33

Boletim médico da noite deste sábado (11) informa que está afastada necessidade de cirurgia

Morre o padre Evaristo

commentJornalismo access_time11/07/2020 17:34

Religioso era filho de Orleans e será sepultado em Florianópolis

Pérolas criciumenses

commentJornalismo access_time11/07/2020 15:23

Empreiteira decide "inventar" ou enfeitar obra criando sinalização irregular

Padre Agenor Pedroso sofre AVC

commentJornalismo access_time11/07/2020 14:23

Religioso de 85 anos está internado na UTI do Hospital São João Batista em Criciúma

  Prejuízos na produção de banana após ciclone atinge R$ 70 milhões na região

commentJornalismo access_time11/07/2020 11:58

Gerente Regional da Epagri faz levantamento sobre os danos causados pelos fortes ventos