Notícias em destaque

Covid-19: Criciúma inicia vacinação de crianças nesta terça-feira

commentJornalismo access_time18/01/2022 13:46

Aplicação das 1070 doses que chegaram no sábado (15) iniciou às 8h.

Etapa de Criciúma do STU National abre calendário dos campeonatos de Skate em 2022

commentEsporte access_time13/01/2022 12:32

Cidade recebe o evento a partir desta quinta (13). Vários skatistas olímpicos, como Rayssa Leal, já estão confirmados

Troféu Maximiliano Gaidzinski retorna ao clube

commentCriciúma EC access_time21/12/2021 07:30

O torcedor poderá ver uma réplica da taça na Sala de Troféus Décio Bianchini Góes

 
Morre "Neném do Varandas"

Um dos mais tradicionais comerciantes do setor de gastronomia de Criciúma faleceu na madrugada desta quinta-feira (18)

comment Jornalismo access_time18/11/2021 - 07:00

Reportagem: Redação Eldorado

Faleceu na madrugada desta quinta-feira (18) o fundador do restaurante Varandas, um dos mais tradicionais no sul do Estado, localizado na rua Getluio Vargas em Criciúma. Manoel Luiz Farias, de 64 anos, mais conhecido como Neném, lutou durante oito anos contra um câncer. Ele era casado e tinha três filhos. As despedidas ocorrem no Crematório Milleniu e as despedidas ocorrem a tarde com seultamento às 18h em Maracajá, sua terra natal.

NOTA DA FAMÍLIA
É com imenso pesar que comunicamos o falecimento do fundador do Varandas, Sr. Manoel Luiz Farias, aos 64 anos, nesta quinta-feira (18). Seu Neném, como era carinhosamente chamado por amigos e clientes, lutou bravamente durante oito anos contra um câncer e fez a sua passagem de forma tranquila, ao lado da família, como era o seu desejo.
Temos a certeza do amparo de Deus e de que a história do Seu Neném não acaba aqui. Ele sempre teve como premissa pessoal e profissional a dedicação ao trabalho e a vontade de ver as pessoas felizes e alegres e é isso que deve permanecer, em homenagem a todo o seu legado, tanto para a nossa família, quanto para Criciúma, a cidade que o acolheu ainda jovem.
Neném Farias viveu intensamente, foi muito feliz e nos ensinou muito. Neste momento sentimos a sua partida, mas estamos certos de que ele cumpriu sua missão da maneira mais bonita possível. Formou sua família da qual sempre se orgulhou, viu os filhos encaminhados, os netos chegando, conheceu pessoas e lugares incríveis, realizou sonhos, eternizou na memória de muita gente o gosto por vinhos e ficava feliz em cada evento que promoveu e a cada taça que serviu. A vida, como ele dizia, é para ser celebrada!
Agradecemos aos amigos, familiares e a toda equipe médica que, desde o início, nos apoiaram e se mantiveram firmes com a gente nesta longa batalha. Cada um de vocês foi fundamental.
Manoel Luiz Farias deixa esposa, dona Sandra, os filhos Sandro, João Paulo e Sara, noras e netos.
O velório ocorrerá a partir das 10h30 no Crematório Millenium, em Içara. A cerimônia de despedida será às 15h, no mesmo local, com saída às 18h para o sepultamento.
Criciúma, 18 de novembro de 2021.
Família Farias.

micÁudio da notícia

Maga Stopassoli- Assessora de imprensa do Varandas



content_copyAssuntos relacionados

Mais notícias de Jornalismo

Covid-19: Criciúma inicia vacinação de crianças nesta terça-feira

commentJornalismo access_time18/01/2022 13:46

Aplicação das 1070 doses que chegaram no sábado (15) iniciou às 8h.

Librelato inova com a maior Célula de Solda Robotizada da América Latina

commentJornalismo access_time18/01/2022 13:32

A nova tecnologia permitirá a solda completa de um implemento em apenas 30 minutos, uma redução de 35% no tempo de produção do implemento

Covid-19: Nova Veneza inicia agendamento para vacinação das crianças

commentJornalismo access_time17/01/2022 13:51

Com a chegada de 80 doses, a aplicação será realizada por meio de agendamento

Pré-diabetes: cuidados com a saúde evitam o avanço da doença

commentJornalismo access_time14/01/2022 16:07

Rotina que inclui alimentação saudável e exercícios físicos são essenciais para a prevenção

INSS suspende temporariamente perícias médicas

commentJornalismo access_time14/01/2022 09:07

Aumento dos casos de covid-19 no país motivou decisão do instituto.